Dias de Sol | Blog sobre beleza, proteção solar, livros e outras coisinhas do universo feminino.
☰ Menu

Dias de Sol - Blog sobre beleza, proteção solar, livros e outras coisinhas do universo feminino.

Manual de sobrevivência para mãos-de-vaca: Parte III

Os posts do “Manual de sobrevivência para mãos-de-vaca” (já leu a parte I e a parte II?) são alguns dos que fazem mais sucesso aqui no blog, e isso me deixa bem feliz! Percebo que as pessoas estão cada vez mais tentando gastar o próprio dinheiro de maneira mais consciente, e se libertando aos poucos daquele desejo consumista desenfreado.

mão-de-vaca

Hoje o assunto é beleza X mão-de-vaquice. Falei brevemente sobre esse assunto aqui, mas hoje quero ir além. Vamos conversar sobre como cuidar da beleza de modo racional, sem gastar tubos de dinheiro. E vamos desmistificar algumas coisas, que provavelmente têm feito você fazer papel de boba. Vem comigo.

Geralmente você não paga pelo produto em si. Você paga pela marca.

Você já deve ter notado que, seja qual for o produto, há zilhões de opções disponíveis no mercado. Mil tipos de hidratante, setecentas espécies de shampoo. Quilos e mais quilos de tipos de maquiagem. E cada marca promete seus próprios milagres.

Já parou para pensar que determinadas escolhas de consumo são feitas não por causa da eficiência do produto, mas pelo peso que certas marcas carregam?

Não vou citar marca alguma nesse post, mas, por exemplo, se eu postar aqui no blog uma resenha de determinado hidratante que eu adoro, compro na farmácia e custa menos de R$ 15,00, muita gente nem vai se dar ao trabalho de ler o texto, vai torcer o nariz, vai desconfiar da qualidade do produto e vai me chamar de #pobre. Porém, se eu publicar uma resenha de um “maravilhoso” hidratante que todas as top bloggers alegam usar, e que custa pelo menos metade de um salário mínimo, todo mundo vai colocar o nome do produto na wish list, e com certeza já vai achar que o produto é ótimo. Afinal, ele custa caro.

Primeira coisa para repetir como um mantra: preço não é sinônimo de qualidade. Quando compra um produto, você paga pela qualidade dele, sim, mas também pelo status da marca, pela frescurite da embalagem, pelos custos com publicidade. Portanto, há muitos produtos baratinhos que dão um baile em itens caríssimos. #ficadica

Acumule o mínimo que puder: só compre outro se o anterior tiver acabado.

Eu sei que a tentação é grande, mas quando o assunto é produto de beleza, procure acumular o mínimo possível. Eu sei que você quer ter à disposição 5 tipos de shampoo, 4 potes de cremes para o corpo diferentes, 9348135 tons de batom vermelho, afinal, cada marca promete algo novo, e você PRECISA daquele lançamento que viu na internet. Mas, sério: quanto tempo durou a satisfação que você sentiu quando fez a sua última compra de beleza? Pouco, né? Eu tenho bastante coisa aqui em casa por conta de tudo o que recebo de assessorias para testar, mas, sério: mulher NENHUMA precisa de verdade de tanto cosmético, de tanta maquiagem. Produtos em excesso te fazem gastar dinheiro demais, ocupam muito espaço, geram bagunça e o que geralmente acontece é que eles perdem a validade antes que você tenha tido tempo de usá-los até o fim. Ou seja, dinheiro jogado fora.

Aprenda a cuidar de você em casa.

Vou contar um segredo: nunca fui à manicure, acreditam? Minha mãe sempre fez as unhas em casa, e desde pequena aprendi a fazer as minhas unhas eu mesma. Um dia vou fazer as unhas no salão só para ver como é, mas não sinto falta! :)

Também sei fazer limpeza de pele em mim mesma, sei hidratar minha cabeleira, faço minha sobrancelha e também depilação no meu corpo inteiro. Ah, e quando me dá os 5 minutos, corto minha franja sozinha!rsrs

Óbvio que é uma delícia marcar horário no cabeleireiro de vez em quando e sair de lá se sentindo rica. Porém, gente, na vida real, nem sempre dá para gastar dinheiro com essas coisas. Então, nada melhor do que saber se virar, para continuar se sentindo bem com a própria aparência. Na internet dá para aprender de um tudo, então bora aprender a cuidar de si mesma, pois isso irá proporcionar uma mega economia no fim do mês.

Pesquise antes de comprar. E, se possível, teste.

Pesquisar preços antes de comprar é o essencial na hora de gastar dinheiro com qualquer coisa. Porém, mais importante que isso, antes de escolher investir em um produto, leia sobre ele, procure resenhas, opiniões, tenha a certeza de que seja compatível com sua pele. Sabe quando você compra um produto por indicação de alguém, e simplesmente detesta? Aí, o danado fica encalhado na sua casa, até que você resolve doá-lo a alguém? Pois é. A melhor forma de evitar esse tipo de coisa é comprar o item tendo quase certeza absoluta de que você irá realmente usá-lo. Muitas marcas fornecem amostras grátis de cosméticos e maquiagens, e isso faz com que você faça uma compra mais certeira.

Não compre por impulso.

Aprendi uma estratégia valiosa. Quando encontro algo que “quero muuito comprar”, mas que tem grandes chances de ser algo supérfluo, faço o seguinte: se estou na internet, salvo o link do produto, e saio de perto do computador. Vou dar uma volta, ler um livro, enfim, esqueço do produto por alguns minutos. Aí, quando volto para a frente do computador, raciocino se realmente quero aquilo da mesma forma que eu queria da primeira vez em que vi a coisa. Geralmente a resposta é não (pois tive tempo para perceber o quanto aquilo é desnecessário para mim, naquele momento). Faço mais ou menos a mesma coisa quando vou em lojas físicas. Me afasto do item por um tempinho, e quando volto, o desejo incontrolável de comprar diminuiu. Não sei se isso funcionará com vocês, mas tem me ajudado muito a não comprar coisas por impulso.

Não sou santa! Mesmo me controlando muuuito, há dias em que piso na jaca e trago para casa algo de que não precisava. Acontece comigo, e vai acontecer com você.

Mas, que tal aprender a se controlar? Se habitue a registrar seu gastos em um caderninho, planilha, ou onde você preferir. Acompanhe sua evolução na arte de economizar, e perceba que quanto menos você compra, menos necessidade você tem de comprar.

Agora me fale: como você faz para economizar quando o assunto é beleza?

Beijo!

10 comente aqui
Posts Relacionados

Testei: Ampola Advanced Keratin Repair, da Pantene

Esses dias postei no Instagram  (me segue lá! @_vivianfernandes_) dois produtos lindos que recebi da Netfarma. Um deles foi a Ampola Advanced Keratin Repair, da Pantene e posso dizer que dos produtos capilares que testei ao longo de 2015, ela foi um dos que mais gostei!

ampola-pantene-keratin-repair

Estou apaixonada por esses produtos super concentrados, que prometem (e cumprem!) milagres em pouquíssimos minutos. Embora eu seja super cuidadosa com a pele, não disponho de muito tempo do meu dia para cuidar dos cabelos, então quanto mais prático, rápido e eficiente for o produto, mais ele irá ganhar meu coração! :)

O que diz o fabricante

A Ampola Advanced Keratin Repair, da Pantene promete proteger a queratina do cabelo e reparar os danos mais graves instantaneamente. Sua fórmula concentrada com PRO-Vitaminas age como uma camada protetora natural do cabelo e proporciona uma reparação avançada de queratina.

 

advanced-keratin-repair

A caixinha vem com três ampolas plásticas de 15 ml. O sistema de abertura da ampola é aquele em que voce gira o bico da embalagem, provocando seu rompimento. Como eu tenho cabelo até dizer chega, uma ampola rende para mim apenas uma aplicação, mas se você tem o cabelo mais curto e mais ralo, pode ser que consiga usar cada ampolinha mais que uma vez.

ampola-advanced-keratin-repair

A instrução de uso é a seguinte: você lava a cabeleira e usa o condicionador, conforme habitual. Depois, aplica a Ampola Advanced Keratin Repair, e deixa agir por 60 segundos (é vapt-vupt). Depois, é só enxaguar e se deleitar com a maciez dos fios! :)

Preferi deixar os cabelos secarem ao natural depois de usar a ampola, para ver se ela deixaria os fios mais alinhados e comportados. O resultado final foi esse aí debaixo.

resultado-keratin-repair

Eu gostei bastante! Percebi menos frizz e mais maciez. Recomenda-se usar uma ampola a cada 2-3 dias, caso a intenção seja proporcionar aos fios um tratamento intensivo. Como meus cabelos não estão tão danificados, pretendo usar uma ampola uma vez por semana. Mas se você tem pontas danificadas, cabelos ressecados, judiados pelo excesso de química ou pelo uso de chapinha, secador ou baby liss, usar umas 2 ou 3 ampolas por semana pode ajudar muito seu cabelo a voltar a ser lindo! :)

Agora, quero testar os outros produtos da linha Advanced Keratin Repair! Quem aí já experimentou?

Beijos!

2 comente aqui
Posts Relacionados

Roube como um artista – 10 dicas sobre criatividade

Roube como um artista estava há muito tempo na minha lista de desejos. Para quem nunca ouviu falar sobre esse livro, calma com o título. Entenda o verbo “roubar” como um sinônimo aproximado de “inspirar-se”.

roube-como-um-artista

Sabe quando você ouve uma música, lê um livro ou vê um filme e aquilo que te inspira tanto que a partir dali você cria algo bacana? Isso é roubar como um artista! Criar uma obra com a sua cara, mas nascida de algo inspirador que já existe.

Para Austin Kleon, nada é original. Ou seja, tudo nasce de algo que veio antes. E se você acha que alguma coisa é muito original, é bem provável que você apenas não conheça a fonte de inspiração inicial. Isso tem muito a ver com um documentário bem bacana chamado Everything is a Remix, que sugiro que assistam, pois vai abrir a mente de vocês!

Artistas, pensadores, cientistas, pessoas que mudaram a trajetória do mundo, todos eles, por mais brilhantes que sejam, se inspiraram em alguém para começar seus trabalhos. E saber disso é imensamente libertador, pois tiramos de nossas costas o “peso” de termos que ser absolutamente originais. Mas peraí: se inspirar em alguém não é plagiar seu trabalho, hein?! Você tem todo o direito de apreciar algo, de se apropriar dos conceitos e características que lhe interessam, e a partir disso, criar algo novo, diferente. Mas copiar é sujo, não se esqueça.

criatividade-roube-como-um-artista

Roube como um artista é uma obra curtinha, com menos de 160 páginas, mas é um dos livros que mais abriram minha cabeça para meu próprio potencial e capacidade criativa.

austin-kleon

Austin Kleon recheou o livro com 10 dicas muito úteis para fazer aflorar nossa criatividade. As ilustrações de Roube como um artista são divertidas e despertam nossa vontade de começar a deixar já nossa marca no mundo.

Seja você escritor, blogueiro, engenheiro, advogado, dona-de-casa, desenhista, a criatividade é algo sempre bem-vindo, seja para resolver problemas, seja para tornar a vida melhor. Então, sugiro que leiam Roube como um artista pois, definitivamente, vai mudar tudo o que você pensa a respeito de ser criativo.

Uma das coisas que li e que mais me marcou é “Lixo que entra é lixo que sai”. Basicamente, se você “consome” porcaria (se cerca de pessoas “ruins”, lê e assiste coisas medíocres), só será capaz de produzir coisas mentais ou físicas com a mesma qualidade. Por isso, é essencial se cercar de gente inteligente e boa, bons livros, ótimos filmes, visitar lugares bacanas, ter um vida on line saudável, seguir virtualmente pessoas realmente interessantes, pois isso te dará repertório suficiente para se tornar uma pessoa/um profissional cada vez melhor.

lixo-que-entra-lixo-que-sai

Alguém aí já leu Roube como um artista? Tem alguma dica de livro sobre criatividade?

Beijos!

2 comente aqui
Posts Relacionados

Página 11 de 167« Primeira...910111213...203040...Última »

Dias de Sol no Youtube // Se inscreva!